DECISÃO SOBRE O ACT 18/19: HORA DE CADA UM FAZER SUA PARTE!

participar

Estão em andamento, até 19/10, as assembleias onde os copelianos avaliarão e decidirão sobre a proposta a que a Copel chegou visando o ACT 18/19. No dia 22, no período da tarde, elas serão apuradas no Km 3, em Curitiba. O resultado será unificado, ou seja, sairá da soma de votos das assembleias de todo Paraná.

É importante que todos participem, opinem e somem nessa luta. Desde muito antes do início das negociações, estamos insistindo que ORGANIZAÇÃO É FUNDAMENTAL para termos força. E continua sendo!

Até a Copel chegar a esta proposta, foram realizadas três rodadas de negociação. Os sindicatos relataram e deixaram muito claro, antes, durante e após as rodadas de negociação, quais foram suas posições.

Podemos resumir as posições defendidas pelos sindicatos nas negociações em alguns eixos principais:

1- Defender um ajuste salarial e remuneratório que recompensasse a produtividade dos copelianos, cada vez mais exigida. Nossa pauta reivindicou:

– Ajuste salarial de 6%, mais dois steps da tabela salarial para todos os empregados;

– Abono de 2,0 remunerações individuais do empregado, acrescido do valor fixo de R$ 6.000,00 ;

– Correções acima do INPC em todos os auxílios e benefícios.

2- Defender o emprego contra demissões imotivadas, avaliações feitas unilateralmente e procedimentos administrativos feitos à revelia. Isso se traduzia em mais de uma dezena de itens da pauta de reivindicações, passando pela garantia de emprego, pelo sistema de avaliação de desempenho, pelo fim de transferências feitas unilateralmente, pelo direito de defesa do empregado nas avaliações de deempenho, pelo direito de compensar horas extras, etc.

3- Preocupação em garantir os direitos conquistados ao longo do tempo, diante das mudanças na legislação trabalhista, que não os garante mais, a menos que constem expressamente em Acordo.

As discussões em mesa de negociação foram grandes, com os dois lados apresentando dados e muito debate. Os sindicatos RECUSARAM EM MESA a primeira proposta remuneratória. Disseram NÃO igualmente para a segunda e exigiram que diretores viessem para a mesa de negociação, sendo então apresentada essa terceira proposta, que está em avaliação nas assembleias.

Divulgamos no link abaixo a ata das reuniões de negociação. Embora ela seja um relato geral, muito resumido, é importante para saber as diferenças de posição entre os sindicatos e a empresa e também como foi o andamento das reuniões.

Para ler a ata na íntegra, clique aqui: ATA ACT 2018_2019 outubro 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *